MISSAO


Atender com excelência às demandas de nossos clientes nas áreas que atuamos.

 

VISÃO


Ser escritório de advocacia de referência, reconhecido pela qualidade técnica e comprometimento com a satisfação plena de nossos clientes e colaboradores.

VALORES


Responsabilidade social e jurídica, ética e transparência.

 

Quem Somos

O Escritório

Boldrini Azevedo Advogados é um escritório de advocacia localizado no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre/RS. Temos 15 anos de experiência e a reputação de profissionais íntegros e confiáveis.

Nosso compromisso é com a prestação de serviço de qualidade, personalizado, que faça diferença efetiva na vida dos clientes.

Estamos prontos para orientá-lo de forma clara, honesta e eficiente, baseados no conhecimento  aprofundado do sistema jurídico e na pesquisa exaustiva, acompanhada se necessário de assessoramento técnico de outras áreas.
Nossa atuação é robusta e cuidadosa, tendo a efetividade para o cliente sempre como meta. Buscamos sempre a melhor forma de resolver seu problema, seja ela judicial, extrajudicial ou mesmo alternativa.

 


O que nós fazemos

Áreas de Atuação

Direito Trabalhista


O escritório Boldrini Azevedo atua na esfera preventiva, em âmbito consultivo e contencioso, com foco na eliminação ou mitigação dos riscos trabalhistas. Para tanto, promove a avaliação e a adequação dos procedimentos internos da organização empresarial à aplicação das normas trabalhistas, sempre atento às peculiaridades dos diversos setores da economia. Além disso, o escritório presta assessoria em questões relacionadas à elaboração de contratos de trabalho, jornadas de trabalho, horas extraordinárias, reenquadramento salarial, reintegração, plano de carreira, programa de participação nos lucros e resultados, justa causa, assédio moral, dano moral, convenções e acordos coletivos, negociações sindicais, dissídios coletivos, reestruturação de departamento pessoal e suporte às áreas de recursos humanos das empresas, atuação delineada pela necessária mitigação do passivo trabalhista empresarial. Na defesa corporativa, o Escritório presta assessoria em todas as instâncias, em demandas que envolvam reclamações trabalhistas individuais ou coletivas, em sede de processos administrativos ou judiciais, com especial atenção ao plano de contingência das empresas.

Direito Securitário


No Direito Securitário atuamos na defesa dos interesses dos seguradores e dos segurados, sejam Pessoas Jurídicas ou Pessoas Físicas, em face de abusos cometidos contra a lei de seguros e do código de defesa do consumidor.

Direito Familia


Todas as soluções para problemas relacionados a Direitos da família.

Responsabilidade Cível


Obrigação de reparar o dano que uma pessoa causa a outra. Em direito, a teoria da responsabilidade civil procura determinar em que condições uma pessoa pode ser considerada responsável pelo dano sofrido por outra pessoa e em que medida está obrigada a repará-lo. Por exempo: erro médico, acidente de trânsito, defeitos construtivos, cobrança indevida, ofensa verbal, inscrição indevida em órgãos de proteção ao crédito (SPC e SERASA), etc.

Direito Contratual


O direito contratual rege-se por diversos princípios dentre os quais, os mais importantes são: autonomia da vontade, da função social do contrato, da obrigatoriedade das cláusulas contratuais, da relatividade dos efeitos do contrato, da revisão ou onerosidade excessiva, e da boa-fé objetiva.  

Direito Imobiliário


Atualmente, as construtoras não cumprem os prazos de entrega prometidos e os contratos são abusivos por conterem cláusulas que vão de encontro ao Código de Defesa do Consumidor, beneficiando apenas a empresa, o que permite, com base na legislação aplicável e entendimento jurisprudencial, a discussão de diversos pontos, muitas vezes desconhecidos.    

Direito Sucessões


É o ramo do Direito Civil cujas normas regulam a transferência do patrimônio do morto ao herdeiro, em virtude de lei ou de testamento. A palavra sucessão significa substituir uma pessoa por outra, que vai assumir suas obrigações e adquirir seus direitos.

Nossa Equipe

Profissionais

team

Fábio Boldrini Azevedo

Advogado

Fábio Boldrini Azevedo
Advogado


OAB/RS nº 55.496
Graduado em Direito - PUCRS
Pós-Graduado em Direito do Trabalho


 

fabio@boldriniazevedo.com.br
Perfil do LinkedIn

team

Fernanda Fortes Paim Azevedo

Advogada

Fernanda Fortes Paim Azevedo
Advogada


OAB/RS nº 64.208
Graduada em Direito - PUCRS
MBA - Direito de Economia de Empresa - FGV 
 

fernanda@boldriniazevedo.com.br
Perfil do LinkedIn

team

Mariana Bisol Grangeiro

Advogada

Mariana Bisol Grangeiro
Advogada


OAB/RS nº 74.236
Graduada em Direito - UNISINOS
Pós-graduada em Direito Civil e Processo Civil - Verbo Jurídico
Mestranda em Direito - PUCRS

 

mariana@boldriniazevedo.com.br
Perfil do LinkedIn

Artigos

Notícias


Artigos, publicações, entrevistas, infográficos, jurisprudência, perguntas-e-respostas, etc.
 

23/08/2017

SAÚDE E TRABALHO

| SAÚDE E TRABALHO |

Uma rede esportiva de lojas foi condenada peloTribunal Superior do Trabalho - TST por exigir exames toxicológicos (para detecção de drogas) de seus funcionários. A prática, no entendimento dos juízes, viola os direitos à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem dos trabalhadores, garantidos pela Constituição. Mas esse não é o único tipo de exame que não pode ser exigido no momento da admissão ou em avaliações periódicas. Gravidez, esterilidade e HIV também estão nessa lista. Saiba mais: http://bit.ly/ExamesToxicologicosTrabalho

Fonte: CNJ

SAÚDE E TRABALHO
COMBINAR PRA NÃO SE ARREPENDER

22/08/2017

COMBINAR PRA NÃO SE ARREPENDER

[ COMBINAR PRA NÃO SE ARREPENDER ]

Às vezes pode ser confuso entender como funciona a partilha de bens quando casamos. Ao assinarmos o contrato conjugal, escolhemos de que forma se dará o regime de comunhão de bens. Conheça os tipos previstos do Código Civil. Ah, lembrando que é possível mudar esse regime durante o casamento caso os dois cônjuges estejam de comum acordo. Esses acordos estão tipificados do artigo 1.639 até o artigo 1.688 do referido Código.
Leia o Código Civil: http://bit.ly/CódCivil

Fonte: CNJ

21/08/2017

SAÚDE

Você já teve um pedido de procedimento negado por seu plano de saúde? Uma mulher de 82 anos de idade em São Paulo precisava fazer uma cirurgia de troca de marcapasso e não teve autorização. Ela procurou a Defensoria Pública do estado e entrou com ação pedindo indenização por danos morais. OTJSP condenou o plano de saúde, que pagará o valor de R$ 20 mil. Saiba mais:http://bit.ly/PlanoSaudeCondenado

Fonte: CNJ

SAÚDE
Veja a opinião de nossos clientes

Depoimentos

Fale com a gente

Contato

Entre em contato conosco através do formulário abaixo. Retornaremos o mais breve possível.